Prótese Removível

Menu secundário

O que são Próteses Removíveis?

As próteses removíveis são substitutos de dentes perdidos que podem ser removidas e recolocadas dentro da sua boca. As próteses removíveis levam algum tempo até que a pessoa se habitue e nunca se fazem sentir como dentes naturais, apesar de hoje em dia, as próteses removíveis erem um aspecto mais natural e serem mais confortáveis do que antigamente.

Existem dois tipos principais de próteses removíveis: total ou parcial. O seu dentista ajudá-lo-á a decidir que tipo de prótese será a melhor mediante o numero  dentes que serão substituídos e o custo envolvido.

 

Como funcionam as próteses removíveis?

Com próteses totais removíveis, é feita uma base de acrílico de cor rosa que assenta nas suas gengivas. A base superior da prótese cobre o paláto (céu da boca) enquanto que a inferior é talhada como uma "ferradura" para não interferir com a lingua.

As próteses removíveis são fabricadas nos laboratórios de protése a partir de impressões que são feitas à sua boca. O seu dentista determina qual o tipo das três próteses descritas abaixo é a melhor para si:

  • Prótese total convencional -A prótese total convencional é colocada depois de todos os dentes terem sido extraídos e dos tecidos estarem sarados. A cicatrização destes tecidos pode durar vários meses, enquanto isso, você fica sem dentes.
  • Prótese total imediata - A prótese total imediata é colocada imediatamente depois de extraírem todos os dentes (o seu dentista fará as medidas e impressões em modelos do seu maxilar numa consulta prévia). Enquanto que as próteses imediatas têm a vantagem de nunca ter ficado sem dentes, estas têm de ser readaptadas alguns meses após terem sido colocadas. A razão para isso é que o osso que suportava os dentes readapta-se à medida que sara, levando a que a prótese possa vir a soltar-se.
  • Prótese parcial - A prótese parcial assenta numa peça de metal que se fixa nos seus dentes naturais. Por vezes, são colocadas coroas nos seus dentes naturais servindo de pilares para a sua prótese. As próteses parciais são uma alternativa removível em relação às próteses.

 

Ao fim de quanto tempo consigo adaptar-me às minhas próteses?

As novas próteses demoram algumas semanas ou mesmo alguns meses até que se sinta confortável. Pode ser precisa alguma prática até que fale e mastigue correctamente com uma prótese. Uma sensação de algo "a mais" é comum enquanto os músculos das suas bochechas e da língua não aprenderem a manter a sua prótese no seu lugar. Um excessivo fluxo salivar, a sensação de que a sua língua não tem espaço suficiente e uma ligeira irritação ou feridas no tecido gengival também são comuns. Caso a irritação se mantenha, visite o seu dentista.

 

Quanto tempo dura uma prótese?

Ao fim de algum tempo, a sua prótese pode precisar de ser readaptada, refeita ou rebaixada devido ao desgaste. A sua boca também fica alterada com o avanço da idade. Estas alterações levam a que a sua prótese se solte, tornando a mastigação mais difícil e irritando as suas gengivas. Pelo menos, deve visitar o seu dentista anualmente para uma consulta de rotina.

Aqui tem alguns conselhos para cuidar das suas próteses:

  • Quando manusear as suas próteses, faça-o sobre uma toalha ou um recipiente com água. As próteses são frágeis e podem partir-se se caírem.
  • Não deixe que a sua prótese seque completamente. Coloque-a numa solução de limpeza ou dentro de água enquanto não está a usá-la. Nunca use água quente porque pode alterar a sua forma.
  • Escove as suas próteses diariamente para remover os restos alimentares e a placa bacteriana, prevenindo assim, que fiquem manchadas. Um aparelho ultra-sónico pode ser usado nas suas próteses mas não substitui a sua escovagem diária. Escove as suas gengivas, a língua e o palato todas as manhãs com uma escova suave antes de colocar a sua prótese. Esta escovagem estimular a circulação dos tecidos e ajuda a remover a placa bacteriana.
  • Visite o seu dentista no caso de fracturar a sua prótese ou de soltar-se com frequência. Não se sinta tentado a ajustá-la por si mesmo - isso pode levar a um estrago que não possa ser reparado.